Futebol e violência


O futebol já foi associado com a violência e tido como inadequado, em especial para os espaços públicos. Veja abaixo um trecho do jornal curitibano Diário da Tarde de 1915:

Está grassando uma verdadeira epidemia “foot-ballesca” na petizada.
Os nossos meninos não tem outra preoccupação que a de lidar e pensar na bola. Amanhecem e anoitecem ás voltas com o violento desporto bretão, totalmente empolgados por esse jogo perigoso.
Reunem-se em bandos os petizes, arranjam uma bola e transformam em “groud” a faixa angusta de uma rua, a largura de uma praça ou a amplidão do campo.
E ali iniciam os seus jogos, a “shootar” as bolas, a dar canelaços, a cair, por entre encontrões formidandos e terriveis escorregões.
Como dois proveitos não cabem num sacco só a meninada para divertir-se á vontade gazea escolas, foge ás suas obrigações, entra em medonha garotagem.



Igualmente, nesta época aparecem cartoon que tratam o futebol de forma bastante pejorativa:

O nobre esporte do futebol


Os conteúdos dispostos nas postagens são rascunhos, podendo apresentar erros de concordância ou ortografia. Na medida do possível tentar-se-á corrigir as imprecisões, incluir a bibliografia e rever textos e informações imprecisas.

P.S. - Se você curtiu as postagens e o blog foi útil não deixe de clicar em um dos anúncios!


Imago História

2 comentários:

Os conteúdos dispostos nas postagens são rascunhos, podendo apresentar erros de concordância ou ortografia. Na medida do possível tentar-se-á corrigir as imprecisões, incluir a bibliografia e rever textos e informações imprecisas.

P.S. - Se você curtiu as postagens e o blog foi útil não deixe de clicar em um dos anúncios!