Islamismo (1 de 2)


Desenvolvimento a partir do século VII no Oriente, entre os árabes que viviam na península Arábica e se dedicavam:

  • À agricultura e ao pastoreio, atividades muitas vezes desenvolvidas nos chamados oásis, que poderiam chegar a dezenas de quilômetros quadrados, onde produziam trigo, figos, tâmaras, além da criação de carneiros, cabras e camelos.





  • Ao comércio caravaneiro (os chamados beduínos do deserto), ou o comércio nas cidades litorâneas (população sedentária que viviam na chamada “Arábia Feliz”). Os árabes eram os responsáveis pela ligação entre a Europa e o Oriente, sendo responsáveis pelo comércio das especiarias muito apreciadas pelos nobres europeus.

Até o século VII não existia um poder centralizada na península Arábica, sendo que o que unia esses povos era a língua e a religião. Dividiam-se em tribos e clãs, sendo que o chefe do grupo era escolhido entre os homens mais velhos e era chamado de sheik.

Antes do islamismo os árabes eram politeístas e animistas, ou seja, acreditavam que elementos da natureza como arvores e pedras eram habitados por espíritos, sendo que chegavam a venerar mais de 360 divindades.

Existia também uma cidade sagrada onde os árabes peregrinavam para fazer suas oferendas, trata-se da cidade de Meca. Dentro de Meca existe o templo de Caaba onde se encontra a famosa Pedra Negra, que é um pedaço de meteorito, que teria sido trazida pelo anjo Gabriel. Originariamente branca, a pedra teria se tornada negra em consequência dos pecados dos homens. Acreditavam também na existência de uma divindade superior, denominada Alá.



Foi em Meca, no ano de 570 que nasceu Maomé. Filho de uma família nobre de comerciantes e sacerdotes, Maomé ficou órfão ainda cedo, sendo criado por um tio. Aos 25 anos casa-se com uma viúva rica chamada Cadija, que controlava rotas comerciais significativas, e com quem teve seis filhos. Com uma boa situação econômica Maomé vai se volta a sua atenção para a religião, retirando-se da vida urbano e vivendo um período como ermitão no deserto.

Após esse período de retiro no deserto Maomé volta dizendo que teria recebido do anjo Gabriel a revelação da existência de um único deus, bem como os versos que deveria recitar e que se transformarão na base para o Corão e os princípios para a fundação de uma nova religião monoteísta. Trata-se de uma nova “fé” muito bem fundamentada teoricamente, com regras de convívio social.

Ao dar inicia a pregação de sua nova religião Maomé vai enfrentar a fúria dos sacerdotes da Caaba e vai acabar sendo expulso da cidade de Meca, sendo obrigado a fugir para Iatreb (futura Medina, “cidade do profeta”) no ano de 622, episódio conhecido como Hégira (“fuga”) que marca o início do calendário muçulmano.

Em Iatreb as pregações de Maomé alcançarão maior sucesso e ele funda a primeira comunidade mulçumana (aqueles que se submetem totalmente a vontade de Alá), onde se torna profeta, líder religioso e principal articulador político.

Em Medina, Maomé vai formar exército, inicialmente molestando as caravanas que partiam de Meca e por fim atacando a própria cidade em 627, expulsando os antigos sacerdotes e transformando a Caaba em um ponto de referencia do islamismo (primeira guerra santa, ou jihad). A partir de Meca, o islamismo começa a se expandir, e por volta de 631, Maomé já havia conseguido unificar todos os povos da península Arábica.


Os conteúdos dispostos nas postagens são rascunhos, podendo apresentar erros de concordância ou ortografia. Na medida do possível tentar-se-á corrigir as imprecisões, incluir a bibliografia e rever textos e informações imprecisas.

P.S. - Se você curtiu as postagens e o blog foi útil não deixe de clicar em um dos anúncios!


Imago História

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os conteúdos dispostos nas postagens são rascunhos, podendo apresentar erros de concordância ou ortografia. Na medida do possível tentar-se-á corrigir as imprecisões, incluir a bibliografia e rever textos e informações imprecisas.

P.S. - Se você curtiu as postagens e o blog foi útil não deixe de clicar em um dos anúncios!